Prefeitura de Arujá segue decreto estadual contra Covid-19

A Prefeitura publicou no diário oficial em 02/12 as novas regras para os estabelecimentos da cidade seguindo também conforme o decreto estadual.

Conforme publicamos no dia 01/12 a noticia (Governador determina fase amarela um dia após a eleição).

Confira abaixo como ficará:

O que é permitido durante a fase amarela?

  • Shoppings, galerias e semelhantes
    • Ocupação máxima limitada a 40% da capacidade do local.
    • Horário reduzido (10 horas).
    • Praças de alimentação (ao ar livre ou em áreas arejadas).
    • Adoção dos protocolos geral e setorial específico.
  • Comércio
    • Ocupação máxima limitada a 40% da capacidade do local.
    • Horário reduzido (10 horas).
    • Adoção dos protocolos geral e setorial específico.
  • Serviços
    • Ocupação máxima limitada a 40% da capacidade do local.
    • Horário reduzido (10 horas).
    • Adoção dos protocolos geral e setorial específico.
  • Consumo Local (Bares, Restaurantes e Similares)
    • Somente ao ar livre ou em áreas arejadas
    • Ocupação máxima limitada a 40% da capacidade do local.
    • Horário reduzido (10 horas).
    • Consumo local até 17h.
    • Consumo local até as 22h (se a região estiver a ao menos 14 dias seguidos na fase amarela).
    • Adoção dos protocolos padrões e setoriais específicos.
  • Salões de Beleza e Barbearias
    • Ocupação máxima limitada a 40% da capacidade do local.
    • Horário reduzido (10 horas).
    • Adoção dos protocolos geral e setorial específico.
  • Academias de esporte de todas as modalidades e centros de ginásticas
    • Ocupação máxima limitada a 30% da capacidade do local.
    • Horário reduzido (10 horas).
    • Agendamento prévio com hora marcada.
    • Permissão apenas de aulas e práticas individuais, mantendo-se as aulas e práticas em grupo suspensas.
    • Adoção dos protocolos geral e setorial específico.
  • Eventos, Convenções e Atividades culturais
    • Permitido após a região ficar ao menos 28 dias consecutivos na fase amarela (apenas caso a região tenha avançado das fases laranja ou vermelha).
    • Ocupação máxima limitada a 40% da capacidade do local.
    • Obrigação de controle de acesso, hora marcada e assentos marcados.
    • Venda de ingressos de eventos culturais em bilheterias físicas ou digitais, desde que respeitados protocolos sanitários e de distanciamento.
    • Assentos e filas respeitando distanciamento mínimo.
    • Proibição de atividades com público em pé.
    • Adoção dos protocolos geral e setorial específico.
  • Demais atividades que geram aglomeração
    • Não permitido.